terça-feira, 29 de abril de 2014

Cretina Irresistível - Cretino Irresistível 1.5 - Christina Lauren

Titulo: Cretina Irresistível
Autor(a): Christina Lauren
Páginas: 128
Editora: Universo dos Livros
Classificação: 4,5/5

Sinopse

Uma forte atração. Nenhum tempo para ficarem sozinhos. E uma misteriosa disputa entre quatro paredes... O intenso relacionamento entre Chloe Mills e Beenett Ryan de Cretino Irresistível continua ainda mais ardente e sensual. Agora que a carreira de Chloe está decolando, ela não tem tempo para mais nada e insiste em recusar as investidas de Bennett para passarem um tempo a sós. Ele nunca foi do tipo que aceita um não como resposta e essa disputa resulta em uma ardente relação de amor e obsessão.




Chloe e Bennett voltam para nós neste conto de Cretino Irresistível. Ele conta-nos os acontecimentos seguintes ao final do primeiro livro, mostrando a evolução do relacionamento dos dois. É muito divertido, surpreendente e sem contar o fato que ele traz os nossos queridos personagens de volta.


"Eu definitivamente encontrei minha cara-metade, a mulher que transformou minha vida em um inferno e que vivia apenas para discutir comigo. A mulher cuja boca eu queria tapar com fita adesiva… ou com um beijo."


Tudo sobre Chloe e Bennett continua explosivo e intenso, a única reclamação que tenho é pelo livro ser tão curtinho, tendo apenas 128 páginas, deixando-nos com um gostinho de quero mais. Mesmo assim ele não decepciona. Ele contém algo que eu particularmente adoro: flashbacks engraçadíssimos e fofos do casal. 


"Estou tão feliz por ter conhecido você naquela época. Mesmo sendo uma enorme cretina, você ainda é a melhor coisa que aconteceu na minha vida."


Após Cretina Irresistível, há o segundo volume da série, Estranho Irresistível, que é a história de Max e Sara. Chloe e Bennett estão presentes no livro, mas em um papel secundário. É uma leitura rápida, porém divertida. Continue acompanhando o casal mais maluco já presente em um livro.


Segundo livro intitulado Estranho Irresistível.


As autoras, Christina e Lauren.


Boa leitura e beijos!


segunda-feira, 28 de abril de 2014

Amada Imortal - Cate Tiernan

Titulo: Amada Imortal
Autor(a): Cate Tiernan
Páginas: 280
Editora: Galera Record
Classificação: 5/5


Sinopse

Primeiro livro de bem-sucedida trilogia, mistura fantasia sobre imortais a uma história moderna de jovem em busca de si mesma e de redenção. Questões de identidade e moralidade aparecem na trama, protagonizada pela imortal Nastasya. Nascida em 1551, acostumada a beber e sair para baladas cada vez mais loucas, ela perdeu o rumo. Suas conexões com outros imortais, interessados apenas em suas habilidades mágicas, a fazem partir em busca de um propósito. E o encontra em uma espécie de clínica de reabilitação para os de sua espécie, onde conhece um pouco mais sobre o próprio passado e cria importantes laços para o futuro. 


 Amada imortal é um livro de fantasia. Ele acompanha a vida de Nastasya, uma imortal com mais de 400 anos que leva uma vida sem limites e restrições. Quando eu comecei a ler o livro pensei que teria anjos, vampiros ou alguma coisa desse tipo, já que a definição imortal era bem ligada a esses seres sobrenaturais. Logo descobri que era um pensamento equivocado, apesar de terem poderes e tudo mais, não sei como defini-los ao certo. O que é um ponto bem original da história.


"Já aconteceu de você estar seguindo em frente, vivendo sua vida, vivendo a sua realidade e, de repente, acontece alguma coisa que parte seu mundo ao meio? Você vê ou ouve alguma coisa, e, de repente, tudo o que você é, tudo o que está fazendo, se estilhaça em mil pedaços graças a uma amarga decepção?"


A história é original, divertida, não é nem um pouco cansativa e os seus personagens são bem trabalhados e característicos. O que mais gostei foi o fato da protagonista não ser um mocinha indefesa, pelo contrário, ela é diferente de todas as outras. Nastasya é irônica, cômica, independente, forte, teimosa e ao mesmo tempo quebrada. Diferente de outras histórias com imortais, nesse livro, eles envelhecem, mas demoram anos para aparentarem serem pelo menos um ano mais velhos. Como em todo livro é necessário um romance, Ryan entra em ação. Ryan é um do imortais da clínica de reabilitação, River's Edge, ele é descrito com um deus viking, lindo, alto e misterioso, é a descrição da perfeição. A química entre Nastasya e Ryan é evidente, mas ambos são muito teimosos e o envolvimento deles é meio explosivo, considerando que há fatos importantes do passado que virão à tona.


"Como foi que você ficou tão inteligente?
[...]
Porque cometi milhares de erros mais imbecis do que você, pensei. Passei por coisas muito piores."


Amada Imortal é apena o primeiro volume de uma trilogia, há ainda Cair das Trevas, segundo volume e o último livro não possui titulo e nem previsão de lançamento. É uma ótima opção para quem quer ler algo novo e divertido. Portanto, leiam e divirtam-se. Super recomendo.

                                            

A autora Cate Tiernan

Boa leitura e beijos!



domingo, 27 de abril de 2014

O Príncipe - A Seleção 1.5 - Kiera Cass

Titulo: O Príncipe
Autor(a): Kiera Cass
Páginas: 84
Editora: Seguinte
Classificação: 4/5

Sinopse 

Antes que trinta e cinco garotas fossem escolhidas para participar da Seleção... Antes que Aspen partisse o coração de America... Havia outra garota na vida do príncipe Maxon. Conto inédito e gratuito, O Príncipe não só proporciona um vislumbre dos pensamentos de Maxon nas semanas que antecedem a Seleção, como também revela mais um pouco sobre a família real e as dinâmicas internas do palácio. Você descobrirá como era a vida do príncipe antes da competição, suas expectativas e inseguranças, assim como suas primeiras impressões quando as trinta e cinco garotas chegam ao palácio. É uma leitura indispensável a todos que terminaram A Seleção e ficaram querendo mais! Ao final, contém os dois primeiros capítulos de A Elite, segundo volume da trilogia.

O Príncipe é um conto pertencente A Seleção. Ele é a perspectiva de Maxon sobre a seleção e America. Nele também contém um pouco mais de Maxon e sua vida. E faz com que amemos ainda mais o príncipe de Illéa. 


"Não sei. Qualquer garota que se contenta comigo deve ser louca."


Com este conto comecei uma opinião sobre o pai de Maxon que foi confirmada em A Elite. Pude perceber também que sua mãe é uma rainha forte, ainda que apenas concorde com tudo que seu marido faz, ou quase tudo. Maxon é tão cavalheiro e encantador, qualidades dignas de um legitimo príncipe e futuro rei.



"Sua afirmação é falsa. Todas são queridas por mim."


Após o conto vem A Elite, o segundo volume da trilogia. Leiam, é curtinho e assim poderão conhecer um pouco mais de Maxon.
                                         

Boa leitura e beijos!



De Volta Para Casa - Karen White

Titulo: De Volta Para Casa
Autor(a): Karen White
Páginas: 448
Editora: Novo Conceito
Classificação: 5/5

Sinopse

Cassie Madison fugiu de Walton, Geórgia, para Nova York quando soube que sua irmã, Harriet, e seu amor, Joe, tinham-na traído e iam se casar. Ao chegar em Manhattan, sua ideia era se reinventar, mergulhar de cabeça na carreira e até mesmo perder o sotaque provinciano. Tudo para apagar seu passado marcado pela traição e por uma família que não lhe tratara com o devido cuidado. Mas, numa noite, um único telefonema de sua irmã trouxe de volta tudo que ela pretendia esquecer. Com o pai muito doente, ela foi obrigada a fazer a viagem de volta e, enquanto arrumava as malas, seus maiores medos eram que o pai morresse sem que ela pudesse estar com ele e... encontrar a família feliz que Harriet e Joe tinham construído. Já em Walton, Cassie percebe que enfrentará uma imensa batalha particular, porque, afinal, ela não consegue deixar de amar seus sobrinhos — e nem deixar de se sentir em casa, naquela cidadezinha de sua infância. Enquanto se divide entre o rancor e a esperança, velhas e queridas lembranças e uma mágoa insustentável, o destino arrumaria uma forma de aproximá-la do que realmente importa: o verdadeiro amor.


De Volta Para Casa é um livro com presença garantida em minha lista de preferidos(se bem que leitor a cada livro que ler munda a organização da lista). Ele fala sobre a família e seus conflitos. Deixando-nos a importante mensagem de que aconteça o que acontecer, família é sempre família e vem em primeiro lugar. É uma leitura bem dramática e impossível não emocionar-se ao ler. Mas ao mesmo tempo contém situações cômicas e divertidas.


"Algumas vezes precisamos tocar fundo no coração e decidir que caminho queremos seguir. E todas as escolhas envolvem alguns sacrifícios."


Confesso que a atitude de Harriet e Joe, não agradou-me. Mesmo depois de ver todos os ângulos da situação, continuo com minha opinião. Havia outros meios dessa situação ser resolvida. Cassie também é muito teimosa, em algumas ocasiões me vi ao ponto de querer esganá-la. Seus sobrinhos são uns amores, sua tia é divertida e Sam é um verdadeiro cavalheiro, ou seja, os personagens são encantadores. Exceto Andrew, o noivo de Cassie. A história é narrada no ponto de vista de Cassie, Harriet e Maddie, sobrinha de Cassie. Portanto, é legal perceber que existem três opiniões e versões diferentes dos acontecimentos.


"Talvez haja somente um amor para cada um na vida. E, quando se perde esse amor, acabou. Não há outra chance. É possível esperar a pessoa estar livre de novo e ter esperanças de que ela retribua o amor. Mas isso é apenas uma possibilidade."


Leiam e apaixone-se por essa história. É linda, emocionante e surpreendente.


A autora, Karen White.


Boa leitura e beijos!



As Vantagens de Ser Invisível - Stephen Chbosky

Titulo: As Vantagens de Ser Invisível
Autor(a): Stephen Chobosky
Páginas: 223
Editora: Rocco
Classificação: 4,5/5

Sinopse

o mesmo tempo engraçado e atordoante, As vantagens de ser invisível reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela. As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir “infinito” ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário. Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.


Apesar de ter sido lançado nos anos 90, As Vantagens de Ser Invisível teve seu apogeu em 2012, quando sua versão cinematográfica foi lançada. Antes disso ele foi bastante aclamado, mas por seu conteúdo polêmico foi banido em muitas escolas estadunidenses. Naquela época e hoje em dia também, todos sabem que existem muitas coisas erradas, mas insistem em máscara-las.  Stephen viu isso, escreveu em seu livro e o resultado foi magnífico.


"A gente aceita o amor que acha que merece."


No inicio fiquei meio perdida com essas cartas do Charlie, depois fui entendendo, demorou, mas consegui. Ele só queria alguém com quem pudesse falar, ele não esperava uma resposta vinda dessa suposta pessoa. Charlie é muito ingênuo, chega a ser até engraçado. O filme ficou fiel ao livro, mesmo sabendo que os filmes nunca conseguem serem iguais aos livros. 



"E naquele momento eu poderia jurar que éramos infinitos."



O livro é lindo, refletivo, emocionante. Adorei o fato dele mostrar o que a sociedade sempre tende a ignorar, como se determinada coisa nunca acontecesse com o jovens ou que nunca irá acontecer com eles mesmos. Ele nos dá um choque de realidade tocando em assuntos delicados que envolve, por exemplo, homossexualidade e suicídio. Leiam e emocione-se, eu recomendo. E vejam o filme também.




O autor, Stephen Chbosky

Boa leitura e beijos!



sábado, 26 de abril de 2014

Métrica - (Slammed) - Colleen Hoover

Titulo: Métrica - (Slammed)
Autor(a): Colleen Hoover
Páginas: 304
Editora: Galera Record
Classificação: 5/5

Sinopse

O romance de estreia de Colleen Hoover, autora que viria a figurar na lista de best sellers do New York Times, apresenta uma família devastada por uma morte repentina. Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor.


É um livro lindo, surpreendente, com personagens fortes, que conseguem pegar o que a vida lhes entregam e tirar ensinamentos e força para seguir em frente. Ele contém o que em um bom romance não pode faltar: Amor, tragédia e poesia. Layken e Will conquistarão seus corações.

"Questionem tudo. Seu amor, sua religião, suas paixões. Se não questionarem, nunca vão obter respostas."

Uma das coisas mais encantadoras do livro são as apresentações de Slam, que é uma forma de interpretação de poesias. Existem lugares onde são realizadas competições dessa forma de poesia, e é em um lugar como esse que Will leva Layken em seu primeiro encontro. Colleen foi bem esperta ao fazer um trocadilho do titulo com o Slam. Para quem não sabe, métrica é uma medida de verso da poesia.


"O que as outras pessoas pensam de suas palavras não deve importar. Quando você está no palco, você compartilha um pedaço de sua alma. Não dá para pontuar isso."


Esse livro é perfeito para mostra o que Jovens Adultos representa. Muita pessoas acha quem é sobre sexo ou pessoas poderosas que fazem tudo o que querem, mas não, é simplesmente sobre a vida. No inicio me incomodou a quantidade de trama envolvido na vida dos personagens, teve momentos em que eu pensei " Meu Deus, nada vai dá certo para esses dois?". Mas você percebe que a vida é assim, ninguém ganha sem perder. Métrica é o primeiro volume de uma trilogia, que conta ainda com Ponto de Retirada e Essa Garota, sendo o último no ponto de vista de Will.



A autora, Colleen Hoover.

Leiam, apaixonem-se, chorem(digo tanto essa palavra que vocês já devem achar que quero vê-los tristes, mas não é isso), vejam a lição de vida presente no livro e continuem lendo o restante da trilogia, super recomendo.

Boa leitura e beijos!



Recadinho

Galera eu gostaria de pedir desculpas, pois na resenha de Desastre Iminente tinha algumas palavrinhas fora de contexto. É por que ela não foi revisada. Eu tinha que sair, porém queria postar a resenha para vocês. Mas já foram corrigidos todos os erros e ela encontra-se em perfeito estado. Isso não irá mais acontecer.

beijos!



Desastre Iminente - Jamie Mcguire

Titulo: Desastre Iminente
Autor(a): Jamie Mcguire
Páginas: 405
Editora: Versus
Classificação: 5/5

Sinopse

Travis perdeu a mãe muito cedo, mas, antes de morrer, ela lhe ensinou duas regras de vida - ame muito, lute mais ainda. Tendo crescido em uma família de homens que gostam de jogos e lutas, Travis Maddox é um cara durão. Musculoso e tatuado, bad boy até o último fio de cabelo, ele leva uma mulher diferente para casa a cada noite. Até conhecer Abby Abernathy. Determinada a se manter longe de problemas, Abby resiste com todas as forças ao charme de Travis, sem saber que assim só o deixa mais determinado a conquistá-la. Será que o invencível Travis 'Cachorro Louco' Maddox vai ser derrotado por uma garota?


Estou de volta para falar sobre Desastre Iminente, que é a versão do Travis para o Belo Desastre. Assim como no primeiro livro, a história é apaixonante, personagens encantadores e tudo o que já falei na primeira resenha. Apesar de ser a mesma história sendo apenas contada na versão de outra pessoa ela é totalmente nova. Vamos conhecendo Travis, seu pai e seus irmãos e tomamos conhecimento sobre os seus sentimentos e medos. Alerta: É altamente viciante, então cuidado!


"Ao horror de perder sua melhor amiga porque você foi idiota o bastante para se apaixonar por ela."


Se já nutríamos uma paixão por Travis, agora então nem se fala. Se ainda restam duvidas que ele não é aquele tradicional bad boy, Desastre Iminente acaba com todas. Eu poderia citar mil e uma razões para pensar assim, mas seria spoiler, então vou deixar que descubram por si só. Outra coisa muito amável sobre o livro é a relação de Travis com sua família. A morte da mãe os deixaram unidos e protetores uns com os outros. 


"Abby era como uma droga que nunca me satisfazia e que eu não queria largar. Mesmo eu não podendo chamar isso de nada além de vício, eu não me atrevia a experimentar nem uma lasquinha. Só a mantinha por perto, me sentindo melhor apenas por saber que ela estava ali. Não havia esperança para mim."


Para a nossa felicidade foi recentemente lançado Belo Casamento, que é um conto sobre o casamento de Abby e Travis. Não há palavras para descrever a magia presente neles, talvez Jamie fez uma especie de feitiço, não sei. Então vou citar dois fatores a serem considerados:

1- Jamie conseguiu ter perspectivas bem femininas (Abby) e bem masculinas (Travis) em um mesmo contexto.
2- Travis é objetivo, direto, explosivo e mesmo assim consegue ser inacreditavelmente apaixonante.




Boa leitura e Beijos!



quinta-feira, 24 de abril de 2014

Belo Desastre - Jamie Mcguire

Titulo: Belo Desastre
Autor(a): Jamie Mcguire
Páginas: 392
Editora: Verus
Classificação: 5/5

Sinope

Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. E é então que eles se envolvem em uma relação intensa e conturbada, que pode acabar levando-os à loucura.



Belo desastre é simplesmente apaixonante, sem mais. Os personagens são cativantes, a história é bem escrita, o livro te prende de um jeito indescritível. É romântico, lindo, engraçado e sensual. Foi o livro que lançou o gênero Jovens Adultos, e é perfeito, simplesmente perfeito. Os personagens são detalhadamente peculiares e diferentes, mas ao mesmo tempo se encaixam. A relação de Abby e Travis é uma loucura, e você fica agoniada com eles ás vezes e quando tudo dá certo você sente um felicidade talvez bem maior que a deles. A química do casal é quase palpável, é apenas envolvente do inicio ao fim.


"Eu sabia que havia algo em você que eu precisava. Acabou que não era algo em você. Era simplesmente você."


Eu tenho uma amiga que sempre diz que é revoltante quando as pessoas falam que esta é uma história como qualquer outra em qual o playboy encontra uma mocinha que o tira do eixo e ele apaixona-se, e é revoltante mesmo. Apesar de ter esse fatores na história Jamie conseguiu transformar isso em algo totalmente novo, portanto, não, essa não é uma história como outra qualquer. Não há palavras para explicar a diferença infinita entre Belo Desastre e outras histórias com playboys e mocinhas. Os personagens são únicos. Pode ter certeza que você vai apaixonar-se por Travis Maddox, mesmo que você esforce-se ao máximo não conseguiria não amar Travis, é impossível! Ele é muito fofo e protetor (suspiros). Há também a versão de Travis, Desastre Eminente, a qual eu particularmente prefiro. Eu gosto de livros que são narrados por homens, geralmente são muito divertidos.



"Quando penso no meu futuro vejo você nele."


É um livro incrivelmente lindo e apaixonante, garanto que não haverá arrependimentos. Realmente não tenho muito o que falar agora, só lendo para entender o quão especial ele é.



              A autora, Jamie Mcguire.



Boa leitura e beijos!



A Seleção - Kiera Cass

Titulo: A Seleção
Autor(a): Kiera Cass
Páginas: 368
Editora: Seguinte
Classificação: 4/5

Sinopse 

Para trinta e cinco garotas, a Seleção é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis à vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes. Até America conhecer pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma - e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.


A Seleção é um livro " futurista", sua história passa em um futuro alternativo. E nesse período o país chamado Illéa, é regido pela monarquia e dividido em seis casta. Quando eu li esse livro lembrei-me de Jogos Vorazes, ao mesmo tempo que é parecido é totalmente diferente. O que eu mais gostei no livro é o fato da protagonista - America- não ser aquela donzela em perigo. Ela é corajosa, sincera, e meio louquinha. Adoro ver que apesar de ter reis, rainha e castelos, esse livro não é um filme da Disney.


"As castas nunca me importaram."


Não vou mentir, sou team Maxon, não tem como não ser! Ele é um perfeito príncipe, e ainda por cima lida perfeitamente com as grosserias de America. Sim, no inicio ela é meio petulante com ele, mas depois tudo resolve-se. Como eu já falei os personagens são meio maluquinhos e isso deixa a história muito divertida. Como vocês puderam observa a capa é linda e trazendo uma citação da mesma, são trinta e cinco garota, uma delas chama-se Celeste e é insuportável, só para avisar. 


"A propósito, se você não quiser que eu me apaixone, não pode ficar assim tão linda. A primeira coisa que farei amanhã será mandar suas criadas costurarem uns sacos de batata para você usar."


Confesso que estou louca para saber com que America termina e um pouco temerosa também, ainda bem que agora falta pouco. Recomendo a trilogia, e vou postar respectivamente as resenhas das continuações. É um livro divertido, com personagens encantadores, não é clichê e possui uma capa mais linda que a outra. Depois de A Seleção outros dois livros e dois contos fecham a trilogia: A Elite e A Escolha, sendo o último só lançado em doze dias. O príncipe e o Guarda, ambos os contos já lançados.




A autora, Kiera Cass.

Boa leitura e beijos!



O Inferno de Gabriel - Sylvain Reynard

Titulo: O Inferno de Gabriel
Autor(a): Sylvain Reynard
Páginas: 512
Editora: Arqueiro
Classificação: 5/5

Sinopse

Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites. O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados. Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante – um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer. Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir. Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.


O Inferno de Gabriel é um livro magnifico e diferente, ele traz uma história nova e ainda traz conhecimentos sobre a arte italiana, em especial, Dante, uma fez que Gabriel é um professor especializado em Dante e Julia sua aluna. Mas logo descobrimos que a história deles vai muito além desse fato, e o que os une vem de muito tempo atrás.


"Por que não pensar que às vezes, só às vezes, o mal pode ser vencido com o silêncio?"


Antes eu fiquei meio revoltada pelo fato que a protagonista era a mocinha indefesa que precisa de proteção - o clássico do clichê- mas isso foi mudando conforme eu enxergava o que o autor queria passar. É muito gratificantes ver como os personagens amadurecem ao decorrer da história, eles passam por muitas coisas, mas eles superam, como diz aquele ditado " o que não te mata, de deixa mais forte". De certa forma isso os ajudam a ficar até mais unidos. Também é interessante destacar que o livro é em terceira pessoa e esse fato faz bem visível as emoções do personagens e facilita que essas emoções cheguem até o leitor. Como eu falei no inicio o livro tem muito sobre Dante, em particular, a divina comedia e sua musa inspiradora Beatrice Portinari, com que frequentemente compara Julia. O Inferno de Gabriel é apenas o primeiro volume, há outros dois outros livros: O Julgamento de Gabriel e A Redenção de Gabriel que completa a trilogia. 



"Olhe para mim, olhe em meus olhos - Seus olhos fixos nos dela a medida em que eles se abriam - Eu vou dar-lhe qualquer coisa. Meu corpo,minha alma. Pegue tudo."


Até a pouco tempo atrás ninguém sabia quem diabos era Sylvain Reynard, pois este é um pseudônimo e não havia maiores informações além do fato que ele quem escrevia os livros. Após o lançamento do último livro, A Redenção de Gabriel, ele resolveu aparecer publicamente.Porém eu não posso afirmar com toda certeza que esse é mesmo ele, mas vou confiar em minha fontes.




O autor, Sylvain Reynard.


Então, um resumo rápido do que acontecerá quando lerem o livro: Vão se apaixonar pelo lindo professor Gabriel (mas ele é meu ), também vão achar fascinante as obras de Dante, alternarão entre chorar,rir, e em alguns casos xingar. E por fim, se apaixonaram pelo conjunto da obra e correram contra o tempo para terminar a trilogia.

Boa leitura e beijos!



quarta-feira, 23 de abril de 2014

Cretino Irresistível - Christina Lauren

Titulo: Cretino Irresistível 
Autor(a): Christina Lauren
Páginas: 272
Editora: Universo dos Livros
Classificação: 5/5


Sinopse

Esperta, dedicada, prestes a cursar um MBA, Chloe Mills tem apenas um único problema: seu chefe, Bennett Ryan. Ele é exigente, insensível, sem consideração - e completamente irresistível. Um belo cretino. Bennett acaba de retornar da França para assumir um cardo importante na empresa de comunicação de sua família. Mas o que ele não poderia imaginar era que a pessoa que o ajudava enquanto ele estava no exterior era essa criatura linda, provocadora e totalmente irritante que agora ele tem que ver todos os dias.


Cretino Irresistível, como o titulo já diz, é realmente irresistível. É engraçado, sexy, bem desenvolvido, com personagens carismáticos e envolventes, a leitura flui livremente, não é nem um pouco cansativa e prende do inicio ao fim. É um livro divertidíssimo, e como uma curva na estrada, ele te leva para a emoção que está sendo passada.

"Eu me tornei indispensável. E definitivamente me tornei o braço direito. Acontece que, neste caso, o braço direito frequentemente queria estrangular o pescoço daquele maldito."


Eu amei os personagens, estão sempre alfinetando um ao outro. Chloe tem sempre uma resposta na ponta da língua e Bennett sempre no páreo com sua provocações espontâneas. O livro alterna entre a perspectiva de Bennett e Chloe, o que é muito legal, pois assim ficamos sabendo o que se passa na cabecinha conturbada de cada um. E o casal protagonista não são os únicos que merecem reconhecimento. Os personagens secundários são brilhantes. Sara e Hanna, amigas de Chloe, são umas figuras. Tanto que as continuações são em suas perspectivas. E a família de Ben é hilária, destaque especial ao seu irmão, Henry, que dá um toque todo especial na história.


"Não vá - ela disse na escuridão. Eu me inclinei, beijei o topo de sua cabeça e respirei fundo, sentindo seu cheiro doce e familiar - Eu não vou a lugar nenhum."


Além de Cretino há mais dois livros e três contos que complementam a série:


As autoras, Christina e Lauren

Beijos e boa leitura!



Está Dando o Que Falar - Gênero Jovens Adultos

Eu já disse aqui em uma das resenhas, que eu sou fã do gênero Jovens Adultos, e repito isso aqui. Apesar de existir vários subtítulos desse gênero, sendo um deles o erotismo feminino, ele é taxado por isso. E não é bem assim que a coisa funciona. Ele quebra tabus, simplesmente. Os livros deixaram de ser tão fantasiosos e passaram a ter características verdadeira, situações que acontecem na vida real, e só por que contém sexo nos livros, não quer dizer que é o fim do mundo não. Existe muita hipocrisia quanto a isso, mas me digam, vocês nasceram via Bluetooth? Não, então parem com isso que eu chamo de "preconceito literário". Por que eu falo que a hipocrisia está presente aqui? Bom, cenas de novela explicitas, uma música mais degradante que a outra, mas quando isso aparece em um livro dizem mil e uma coisas. Outra coisa também é criticar sem conhecer, não gostou não lê, mas não critique quem gostou. Um leitor que faz esse tipo de coisa, seja descriminar um livro ou criticar algo que nem ao menos leu, não é um verdadeiro leitor.

Desculpe-me pela exaltação, mas esse tipo de coisa me tira do sério.
Beijos e até mais.